domingo, 16 de março de 2014

"...O livro é de quem lê mesmo quando foi retirado de uma biblioteca, mesmo que seja emprestado, mesmo que tenha sido encontrado num banco de praça.   O livro é de quem tem acesso ás suas páginas e através delas consegue imaginar personagens, os cenários, a voz e o jeito com que se movimentam.   São do leitor as sensações provocadas, a tristeza, a euforia, o medo, o espanto, tudo o que é transmitido pelo autor, mas que reflete em quem lê de uma forma muito pessoal.  É do leitor o prazer.  É do leitor a identificação.  É do leitor o aprendizado.  É do leitor o livro..."
(Martha Medeiros)

Nenhum comentário:

Postar um comentário